Partidos Políticos

A evolução institucional do governo representativo na Itália liberal (1861-1922) e no Brasil republicano (1891-1930)

O objetivo principal deste projeto é comparar o funcionamento das instituições representativas no Brasil republicano (1891-1930) e na Itália liberal (1861-1922). Trata-se de duas experiências amplamente tratadas na literatura histórica e jurídica, mas completamente negligenciadas pelos politologos de ambos os países. Em razão disso, o projeto nasce com a pretensão de levar a discussão metodológica dominante na ciência política atual para estes dois casos.

Concentração do voto e a dinâmica espacial

Este projeto tem como objetivo contribuir para preencher a lacuna existente nos estudos sobre os temas eleitorais. Por meio de recursos de geografia eleitoral e estatística espacial intento encontrar um padrão que conecte as concentrações de votos com uma miríade de contextos que se relaciona com o nível nacional, mas sobretudo o nível local.

Identificação das Áreas de Concentração de Votos: Evidências do Sistema Brasileiro

O trabalho de Avelino et al (2011) apresenta o índice G, um importante indicador para o cálculo da concentração regional de votos para eleições legislativas em distritos multimembros. Todavia, este indicador não provê informações sobre as sub-áreas do distrito nos quais os candidatos obtiveram seus votos.

A evolução eleitoral do partido de massas brasileiro

A literatura brasileira tende a associar qualidade da democracia à organicidade dos partidos em sua relação com a sociedade civil. Dessa premissa, com forte aporte normativo, derivou um cenário repleto de prognósticos pessimistas a respeito da consolidação do sistema partidário brasileiro. Faltam, no entanto, análises empíricas que fundamentem essas proposições.

Divulgar conteúdo